Como os demais mapas, os específicos de orientação também são confeccionados em escala, normalmente usam-se as escalas 1:10.000 ou 1:5.000.

Para obter-se a distância entre um ponto e outro no terreno, basta medir no mapa e multiplicar pela escala. Em uma escala de 1:10.000, um centímetro no mapa equivale a 10.000 centímetros no terreno, ou seja, 100 metros.

Durante o percurso mede-se a distância no terreno contando os passos duplos: acrescendo uma unidade à contagem a cada toque de um determinado pé no solo.

Cada orientista deve possuir seu passo duplo aferido. Para isso, percorre-se 100 metros várias vezes, contando a quantidade de passos dados nessa distância, fazendo uma média ao final. Há dois modos: um correndo e outro andando, com toda certeza serão diferentes e deve-se executar a aferição para ambos os casos.

Simplificando: em um mapa com escala 1:10.000, um centímetro equivale a cem metros no terreno, que por sua vez é igual à quantidade de passos dados nessa distância. Meio centímetro corresponde a metade dos passos, e assim por diante.

O mapa representa apenas distâncias planas, deve-se levar em consideração a inclinação do terreno. Isso aplica-se tanto para a medida quanto para a contagem de passos.

Outro modo de medir distâncias no terreno é sua avaliação, porém esta técnica requer treinamento maior.